fbpx
November 14, 2012

Moto in Giro. Um canal sobre motociclismo, Rock`n Roll e o cenário Underground.

Canções para Ninar Adultos reúne contos de jornalista punk

3 min read
Spread the love


São Paulo – Você pode até deixar de ser punk, mas o movimento punk nunca sai de você. Pegue o chef Alex Atala, um punk na adolescência. O cara tem o melhor restaurante de São Paulo e é premiadíssimo. Mas como seu lado rebelde aparece na alta gastronomia? Usa na cozinha um óleo da exótica priprioca. Os conservadores viram a cara, obviamente. O mesmo acontece na literatura, pois é só no espaço da ficção que você encontrará um conto com o título Joguei meu iPhone nas águas sujas do Tietê. Sua amiga patricinha vai odiar; você, leitor de Alfa, vai conseguir rir de si mesmo. E esse é o verdadeiro espírito rebelde. O conto anterior aparece no livro Canções para Ninar Adultos, de Fred Di Giacomo, editor dos sites de Superinteressante e Guia do Estudante. Fred, um punk de Penápolis —ser punk no oeste paulista é realmente punk —mistura todo tipo de referência, incluindo uma ilustração que recria a capa do primeiro disco dos Ramones. No lugar dos músicos, estão Bukowski, Allen Ginsberg, Edgar Allan Poe e Nelson Rodrigues. O livro custa R$ 36.
Fonte Revista EXAME

Leia abaixo o conto que abre Canções para Ninar Adultos:
O Homem Que Colecionava Dedicatorias

E ela o presenteou com “El libro de los abrazos”, do Eduardo Galeano, precedido da dramática frase:
Um livro para abraçar o menino que queria mudar o mundo e tentar despertá-lo dentro desse homem cinza que deixa a falta de dinheiro lhe tirar o sono e os sonhos. Abraços.”
Passei tanto tempo me debruçando sobre as dedicatórias que o óbvio aconteceu: me apaixonei por uma delas. Era, talvez, a coisa mais triste que já lera na vida. Uma dedicatória que uma garota escrevera para si mesma. Aquilo me pareceu a coisa mais solitária do mundo. Uma pessoa se auto presentear, num Natal fracassado, e escrever uma dedicatória tão…
“Não chore, menina – as coisas ainda vão melhorar. Não desista, menina – você tem talento, um dia eles vão ver.  Não os ouça, menina  – você  pode  escrever.
 Não trabalhe tanto, menina
 – 
um dia a fábrica inteira vai saber que você não é só uma secretária.
 Não odeie seu pai, menina
 – 
é difícil ele aceitar que o mano virou irmã.
 Não sinta vergonha, menina
 – 
você não tem culpa de aquele nojento ter mexido com você; você feztudo que pôde para ele não tocá-la, mas ele tinha uma arma. Não pense que você é louca, menina
 – 
um dia um príncipe encantado vai aparecer. Não se sinta ridícula
 – 
príncipes encantados existem. Pelo menos essa ideia enche nosso coraçãode esperança.
Feliz Natal, menina
 – 
sim, já é Natal. E este é o presente que você comprou para si mesma. Assimvocê não estará sozinha. Você vai estar acompanhada do maravilhoso Caio Fernando Abreu edeste
Ovo Apunhalado
.
 Ana Paula dos Anjos, 25/12/05.”

 

1 thought on “Canções para Ninar Adultos reúne contos de jornalista punk

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Copyright © Todos os direitos reservados Grupo Varella de Comunicação 2010/2020-CNPJ: 31.872.011/0001-95 | Newsphere by AF themes.